Agentes vão monitorar a execução do planejamento da “Manaus 2030

Representantes de cada secretaria municipal que irão acompanhar a elaboração e a execução do planejamento da capital para os próximos doze anos participaram, na quarta, 2, e nesta quinta-feira, 3, das atividades do 2º Workshop Estratégico da Prefeitura de Manaus, sob coordenação das secretarias municipais de Administração, Planejamento e Gestão (Semad) e de Finanças, Tecnologia da Informação e Controle Interno (Semef).
Segundo o titular da Semef, Lourival Praia, os servidores participantes desempenham a função de agentes setoriais de planejamento em suas secretarias e vão conhecer o trabalho do primeiro workshop, realizado no último dia 27 com gestores, que definiu a missão, a visão, os valores e os eixos estratégicos da Prefeitura de Manaus. “Após essa visualização dos norteadores estratégicos, eles vão identificar, localizar e criar a participação de cada secretaria nessa visão de futuro do município”, destacou.
Frisando que o planejamento estratégico da cidade de 2018 a 2030 é um trabalho coletivo, a secretária da Semad, Luiza Bessa Rebelo, explica que os agentes setoriais vêm passando por capacitação desde abril deste ano, antes da assinatura do decreto, por meio do curso de Formação de Analistas de Planejamento, coordenado pela Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi).
As atividades contam com a consultoria do Instituto Áquila, que vem orientando todo o processo, que inclui a aplicação da metodologia, a análise de ambiente interno e externo, a elaboração do Mapa Estratégico da Prefeitura e a definição de metas e indicadores e capacitação dos servidores envolvidos, a fim de subsidiar o Plano Plurianual o município para os próximos três quadriênios.
Com treinamento e ações práticas de planejamento, o evento reúne não apenas agentes setoriais – representantes de cada secretaria municipal – o Comitê de Gestão Estratégica e o Comitê Técnico de Planejamento da Prefeitura.
“O agente de planejamento é aquele que vai executar e levar para dentro de cada secretaria esse planejamento e essa execução que nós precisamos. Cada secretaria tem um papel fundamental e estratégico nessa execução do trabalho. Então, dentro do órgão haverá uma pessoa responsável por acolher, disseminar e monitorar esse trabalho”, detalha a diretora de Planejamento da Semad, Silmar Nunes.
Coordenador técnico do Comitê de Gestão Estratégica, Alain Costa, explica que estão previstas ações de monitoramento contínuo de resultados e nesse processo, o papel dos agentes é fundamental. “Hoje, nós estamos no processo de elaboração e após esse processo, os agentes vão ajudar no monitoramento da execução”, disse.

Texto: Hariele Quara e Milena Soares
Fotos: Marinho Ramos / Semcom