Arrecadação do IPTU teve incremento de 35%

Contribuintes podem procurar o atendimento do Manaus Fácil para tirar dúvidas

 

A Prefeitura de Manaus já registrou arrecadação superior a R$ 60 milhões com o recolhimento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) deste exercício. Comparada ao ano passado, a receita deste ano, até o dia do vencimento, já é 35% maior. Os números foram divulgados hoje (14) pela Secretaria Municipal de Finanças, Planejamento e Tecnologia da Informação (Semef).
Conforme a prévia, 172,5 mil contribuintes efetuaram o pagamento do seu IPTU até o dia do vencimento (10 de maio). Deste total, mais de 122,5 mil pagaram a cota única com desconto, o que significa 71% do universo de adimplentes.
Para o secretário da Semef, Ulisses Tapajós, a receita parcial do IPTU demonstra que a população tem acreditado na proposta da Prefeitura de Manaus e do programa de gestão ‘TODOS JUNTOS POR MANAUS’, que tem como principal objetivo o aumento das disponibilidades financeiras do município.
“Conseguimos mobilizar a cidade e alavancar em 35% nossa receita de IPTU, essa receita foi gerada por mais de 172 mil contribuintes que pagaram seu imposto até o vencimento, 71% deles em cota única. Nosso trabalho continua, vamos junto com a sociedade gerar investimentos para a nossa cidade”, complementou Tapajós ao se referir ao ‘Plano de Verão’ da Prefeitura de Manaus, que vai investir R$ 600 milhões em infraestrutura até o final do ano.
O secretário da Semef lembra que não há mais descontos para cota única, mas as guias de pagamento do IPTU ainda podem ser emitidas no portal da secretaria (http://semef.manaus.am.gov.br). Duvidas ou mais informações podem ser obtidas pessoalmente no atendimento do Manaus Fácil, localizado na Rua Japurá, 488, Praça 14, ou nas bases de qualquer Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC).

Alvará 2013
Até ontem (14), 26,6 mil empreendedores da capital amazonense estavam em dia com o pagamento da Taxa de Verificação de Funcionamento Regular, o Alvará, exercício 2013. Areceita verificada até o momento foi de R$ 12,8 milhões.
Vale lembrar às empresas que optaram pelo pagamento parcelado da taxa que a segunda parcela vence amanhã (15). As guias também estão disponíveis no endereço virtual da Semef. O pagamento em atraso das parcelas ensejará multa de 0,16% ao dia, limitada ao percentual de 20% e juros de mora calculados à razão de 0,67% ao mês. O não pagamento do Alvará implica na suspensão de emissão da Certidão Negativa da pessoa jurídica.

.

ASSESSORIA DE IMPRENSA SEMEF
ANDERSON FARIAS (92) 8155-0501