Emissão de guias municipais poderá ser feita em ‘cybers café’

O Programa ‘Cyber Social’ atenderá a população de baixa renda que não possui computador em casa

 

A contratação de serviços técnicos especializados em acesso à internet gratuita em Manaus, que está sendo feita pela Prefeitura de Manaus em toda a cidade, anunciada no Diário Oficial do Município (Dom), vai permitir a emissão de guias, carnês e boletos de pagamento das diversas taxas municipais pelos próprios contribuintes de baixa renda e sem acesso à internet.

Denominado ‘Programa Cyber Social’, o programa, segundo o subsecretário da Secretaria Municipal de Finanças, Planejamento e Tecnologia da Informação (Semef), Raymundo Tury, deverá contratar 270 pontos com internet para facilitar ao cidadão imprimir sem custos os boletos e guias.

 Dessa forma, a Prefeitura vai economizar na emissão desse material, que só no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) chega a 560 mil carnês. Os contribuintes deverão receber apenas um comunicado informando da possibilidade de emissão do documento para o pagamento, explicou Tury. No Diário Oficial do Município do último dia 8, foi divulgada a lista dos preços ofertados pelas empresas que eventualmente serão contratadas para o serviço por meio da Semef.

As empresas selecionadas deverão disponibilizar o computador e a impressora para que o contribuinte emita o documento com o tributo. Além de facilitar ao cidadão, o subsecrtário destaca que a Prefeitura vai poder economizar com a impressão de toneladas de papeis. “Hoje a Prefeitura não emite mais nota fiscal, sendo emitida por meio eletrônico”, exemplifica. Este, por exemplo, os contribuintes receberam três parcelas do IPTU, sendo as demais disponibilizadas na internet.

Os locais a serem contratados terão uma identificação visual da Prefeitura de Manaus, além da informação da gratuidade, o que vai facilitar o usuário conhecê-lo. A implantação do programa vem sendo feita paulatinamente e segundo Raymundo Tury, a atual administração quer deixar pelo menos metade dos 270 pontos a serem contratados já em funcionamento.

.

 

FONTE: JORNAL A CRÍTICA