Investimentos da Prefeitura podem chegar a R$ 1 bilhão

Capacidade de investimento da Prefeitura ampliou de R$ 111 para R$ 600 mi

 

O prefeito Amazonino Mendes afirmou nesta última segunda-feira (2), que o próximo prefeito de Manaus terá disponível para investimentos cerca de R$ 1 bilhão de reais, contra os R$ 111 milhões que recebeu de seu antecessor. A revelação foi feita aos dirigentes do Clube dos Diretores Lojistas (CDL) durante o encontro da entidade.

Liderados pelo presidente do CDL, Ralph Assayag, ele recebeu o projeto “Liquida Manaus 2011”, no qual as lojas filiadas à entidade promovem um período de liquidação na venda de produtos. Ele revelou que a Prefeitura tem planos de instalar outros camelódromos na cidade.

“A capacidade de pagamento da Prefeitura subiu muito. De R$ 111 milhões no primeiro ano de meu mandato para investimentos passamos para R$ 600 milhões neste ano e pretendo deixar R$ 1 bilhão para o próximo gestor”, afirmou.

Durante quase três horas, o prefeito expôs aos dirigentes do CDL os principais projetos em execução pela Prefeitura de Manaus, como o novo cadastro imobiliário, a elaboração do novo Plano Diretor, transporte coletivo, reformulação no atendimento primário na área da saúde e educação.

Na área da saúde ele citou as melhorias na infraestrutura das casas do programa “Médico da Família”, onde a Prefeitura está ampliando os postos de 30 para 130 metros quadrados, além da ampliação da rede, hoje com 165 casas para 200 até o final de sua gestão. “Estamos construindo 43 novos postos. Vai mudar muito o perfil de atendimento primário”, afirmou o prefeito.

Dois temas foram dominantes no encontro com os dirigentes. O transporte público e os camelôs. Sobre transporte público, Amazonino explicou que a Prefeitura após vencer todos os percalços conseguiu concretizar a licitação para a entrada no sistema de novas empresas e o sistema de controle do sistema.

Segundo o prefeito as montadoras já estão produzindo os ônibus que irão circular em Manaus. O prefeito observou que a entrada em funcionamento do novo sistema de transporte coletivo é apenas uma etapa, a ser concretizada com a implantação do BRT, concluindo o projeto de mobilidade urbana para Manaus para a Copa do Mundo em 2014.

Ainda sobre o BRT, o prefeito garantiu que apesar do atraso na liberação de recursos por parte da Caixa Econômica Federal, o BRT estará pronto para 2014. “Vamos abrir várias frentes de obras”, assinalou.

Quanto ao problema dos camelôs, a Prefeitura além da desapropriação dos imóveis no centro, próximo à Praça da Matriz, a Prefeitura tem outros três projetos de construção de camelódromo, como forma de resolver de vez o problema dos vendedores ambulantes retirando das ruas do centro.

Fonte: Secretaria Municipal de Comunicação – Semcom