Manaus tem arrecadação histórica de R$ 116 milhões em maio

A arrecadação do IPTU foi destaque na receita tributária da Prefeitura de Manaus em maio

 

A receita tributária da Prefeitura de Manaus alcançou marca histórica no mês de maio. De acordo com a Secretaria Municipal de Finanças, Planejamento e Tecnologia da Informação (Semef), os tributos e taxas municipais renderam neste quinto mês do ano receita de R$ 116 milhões aos cofres do executivo. Em comparação com o mesmo mês do ano passado, o avanço foi de 105%, o que representou incremento de R$ 59,6 milhões.
“É a primeira vez que a arrecadação própria do município atinge os três dígitos e rompe a casa dos R$ 100 milhões em um único mês”, destacou o subsecretário de receita da Semef, Armínio Pontes.
Segundo ele, além do grande volume do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN) – que sozinho movimentou mais de R$ 41,3 milhões em maio – a arrecadação deste mês teve reforço do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Somente em maio, com o vencimento da cota única e primeira parcela do exercício de 2013, foram gerados mais de R$ 53 milhões.
Pontes afirma que os bons números do IPTU foram fruto de um trabalho intenso da Prefeitura de Manaus que, por meio de parcerias, fez com que as notificações chegassem ao contribuinte, além da ampla publicidade.
“O cidadão tem entendido nossa proposta e contribuído com o nosso esforço para aumentar a capacidade de investimento do município”, reforçou.
Entre outras receitas municipais, destacaram-se também o Imposto Sobre Transmissão de Bens e Imóveis (ITBI) e resgate da Dívida Ativa, que juntos acrescentaram quase R$ 10 milhões na arrecadação. Em receitas globais, que incluem os repasses estaduais e federais, maio fechou com cifras superiores a R$ 273 milhões, 17% maior que o montante verificado ano passado.

Acumulado
De janeiro a maio, a receita própria da Prefeitura de Manaus já superou a marca de R$ 355 milhões. Até agora, os números são 32% superiores aos do período anterior. No que diz respeito às receitas globais, o incremento foi de 13% na comparação com os cinco primeiros meses de 2012, ou seja, todos os repasses e receitas próprias já somaram R$ 1,179 bilhão até maio.

.
Assessoria de comunicação – SEMEF
Anderson Farias (92) 8842-1210