Receita tributária do município cresceu 18% em janeiro

Alfredo Paes destacou o setor de serviços, que evoluiu 13% na arrecadação

 

A receita tributária do município manteve seu ritmo de crescimento neste início de ano. Em janeiro, os cofres municipais arrecadaram mais de R$ 47,8 milhões em impostos e taxas municipais, o que representou uma evolução de 18% em comparação com o mesmo mês do ano passado.

Tal desempenho pode ser conferido à boa ‘saúde’ da máquina financeira municipal, que tem o Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN) como carro-chefe. Sozinho, o imposto de serviços somou receita de R$ 37,4 milhões e significou uma fatia de 78% do total de tributos arrecadados.

De acordo com o secretário Municipal de Finanças, Planejamento e Tecnologia da Informação (Semef), Alfredo Paes, a arrecadação do ISSQN manteve média positiva ao longo do ano passado e já demonstrou mesma tendência para 2012. De acordo com os dados levantados neste primeiro mês do ano, o imposto apresentou evolução de 13% em relação a 2011.

O Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) também foi destaque na receita tributária de janeiro e arrecadou mais de R$ 3,3 milhões, superando em quase 62% os números de 2011. O crescimento, conforme destacou Alfredo Paes, reflete o bom desempenho do mercado imobiliário de Manaus.

 

Receita global

No que diz respeito a números da receita global, o montante verificado em janeiro foi R$ 202,4 milhões, 14,3% a mais que 2011. Em cifras, o incremento foi acima de R$ 26,3 milhões. Em transferências correntes, o que inclui os repasses estaduais e federais, Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços gerou transferência abaixo do esperado, R$ 74,4 milhões, apenas 7% acima do montante repassado ano passado.

 .

ASSESSORIA DE IMPRENSA – SEMEF:

ANDERSON FARIAS (92) 8842-1210