Receita tributária municipal avança 22% em outubro

 O setor de serviço manteve seu destaque em outubro e arrecadou R$ 44,2 milhões em outubro

 

A receita tributária da Prefeitura de Manaus obteve salto de 22% em outubro. Foram quase R$ 60 milhões arrecadados com os impostos municipais, ou seja, incremento superior a R$ 10,7 milhões comparado com o mesmo mês do ano anterior.

O secretário Municipal de Finanças, Planejamento e Tecnologia da Informação (Semef), Alfredo Paes, avalia o aquecimento do setor de serviços da capital amazonense como um dos principais fatores para a evolução do quadro das receitas próprias. Somente o Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN) arrecadou R$ 44,2 milhões, 26,4% mais que 2011.

De acordo com o secretário da Semef o imposto de serviço tem dado fôlego às finanças municipais. Em outubro o ISSQN foi responsável por mais de 70% do bolo de receitas próprias. “Mesmo diante da crise instalada nos setores industrial e de consumo, que afeta, inclusive, o desempenho das arrecadações federal e estadual, conseguimos manter nosso patamar e temos seguido com o quadro positivo da nossa receita municipal”, ressaltou Paes.

Nesse ritmo, a receita tributária da Prefeitura já atingiu a casa dos R$ 567,8 milhões, de janeiro a outubro, o que representa uma evolução de 17,8% em relação ao mesmo período do ano passado.

 

Global

Em se tratando de receita global, a arrecadação do município em outubro foi de R$ 244,5 milhões, um crescimento acima de 19% frente aos R$ 203,9 milhões verificados no mesmo mês do ano anterior. Já o acumulado de janeiro a outubro já chegou ao patamar de R$ 2,4 bilhões, quase 22% a mais que o verificado em dez meses de 2011. Do montante global, o maior repasse foi oriundo do Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), R$ 839,5 milhões até outubro.

.

ASSESSORIA DE IMPRENSA – SEMEF

ANDERSON FARIAS (92) 8842-1210