Receita tributária municipal fechou o semestre com R$ 523,1 milhões

A receita tributária da Prefeitura de Manaus chegou ao patamar de R$ 523,1 milhões nestes seis primeiros meses do ano. Os números representaram um crescimento de 20% na arrecadação de impostos e taxas do município.
O melhor desempenho na tabela de arrecadação veio do Imposto Sobre Serviços (ISS) – R$ 281,8 milhões – que cresceu 22,8% no comparativo com 2013. Somente no mês de junho, o imposto de serviços rendeu R$ 45,9 milhões, R$ 6,1 milhões a mais que o mesmo mês do ano anterior.
Já o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e o Alvará mantiveram seus desempenhos e renderam aos cofres municipais R$ 94,7 e R$ 21,7 milhões, respectivamente. O primeiro inflou em 22% e o segundo 26% na comparação do acumulado anual.
“Os preparativos e realização da Copa do Mundo em Manaus influenciaram nas receitas, mas não foram os cruciais”, fez questão de esclarecer o subsecretário Municipal de Finanças, Tecnologia da Informação e Controle Interno (Semef), Armínio Pontes.
Segundo ele, as finanças da capital passam por um planejamento fiscal e tributário que aproxima o contribuinte. “Um dos investimentos é no atendimento direto ao contribuinte, além da melhoria dos processos”, salientou Pontes.

Global
Em se tratando de receitas globais, a arrecadação do município já chegou a R$ 1,6 bilhão – um crescimento de 15% frente aos números verificados no primeiro semestre do ano passado. Do montante, pouco mais de R$ 1,1 bilhão se refere às transferências correntes provindas do Estado e da União. A maior fatia veio das transferências estaduais, que inclui o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). No total foram repassados R$ 955,6 milhões.

.

.

ASSESSORIA DE IMPRENSA SEMEF
ANDERSON FARIAS (92) 8842-1210